terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Vícios

3. Vícios


3. 1 O vício é uma idolatria porque causa uma dependência fazendo com que o viciado torne-se um escravo do vício sendo assim ele se torna "senhor" da vida do viciado, e a Bíblia diz que devemos ter a Cristo com Único Senhor da nossa vida.
Marcos 12:29, 30 .


29 E Jesus respondeu-lhe: O primeiro de todos os mandamentos é: Ouve, Israel, o SENHOR nosso Deus é o único Senhor.
30 Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento.


3. 2 O cigarro por exêmplo possui substâncias que viciam, além de causar males ao organismo em especial ao coração e vias respiratórias.

3.3 As bebidas alcoólicas e outras drogas além dos males causados ao organismo e da dependência, ainda tiram o auto-controle da pessoa e nesta condição a pessoa é usada pelo diabo para praticar coisas que não praticaria em sã consciência.



Texto a seguir extraído do jornal: Comércio & indústria


O álcolismo é o primeiro fator de risco à saúde no país, para o adoecimento e mortes evitáveis, na frente de males como o cigarro, o sexo inseguro e a falta de saneamento. Esta constatação é consenso tanto pelos órgãos públicos como privados da área de saúde. O governo discute, através de um grupo interministerial, políticas públicas contra o álcool, como restrição de propaganda, aumento do preço do produto, limitações à venda, e outras medidas específicas da saúde.
Enquanto essas medidas emperram diante da pressão da indústia e de muitos políticos, cabe a cada um conhecer, debater e refletir os males do alcolismo. A conscientização torna-se a medida mais emergencial e eficaz para enfrentarmos essa grave ameaça à saúde pública e aos cidadãos.
* Danos ao organismo causados pelo álcool, da cabeça aos pés:


Comportamento agressivo e irracional, violência, depressão e nervosismo.
Síndrome de abstinência e perda da memória.
Envelhecimento precoce.
Câncer da garganta e da boca.
Enfraquecimento do músculo do coração, anemia, aumento da pressão arterial e câncer de mama.
Gripes e resfriados frequêntes, queda de resistência à infecção e aumento do risco de pneumonia.
Danos ao fígado.
Deficiência de vitaminas, sangramentos, inflamações severas no estômago, vomitos, diarréia e má nutrição.
Inflamação do pâncreas, úlcera.
Tremores nas mãos, formigamento, perda de sensibilidade e dores nos nervos.
No homem: insegurança e perda da potência e do libido.
Na mulher: risco de ter um bebê deformado, nascimentos tardios e bebês com baixo peso.
Sensação frequênte de desequilíbrio.
Formigamentos nos dedos dos pés e dores nos nervos.
Fonte: Organização Mundial da Saúde e UNIFESP

Nenhum comentário:

Postar um comentário